16 setembro 2015

Nem vais olhar para trás!


Por mais que se leia sobre o assunto. Se partilhe dúvidas, angústias e experiências... Coração de mãe sente. Sente ansiedade. Sente insegurança. Sente medo. Medo de não mais "controlar". De não puder ajudar. Porque agora nada (ou pouco) está nas minhas mãos. 
Já não estás ao meu colo. Já não dependes (tanto) de mim. Assim é suposto e fico feliz que te desenvencilhes sozinha dos pequenos problemas da tua ainda "pequena" vida. Gosto de ver a minha mulherzinha que gosta das meninices. Das unhas pintadas, do rosa, de estar bonita. E que em segundos sejas a maria rapaz mais capaz. Capaz de correr atrás de uma bola como qualquer rapaz. Capaz de se impor no jogo sem diminuição pelo género. Que ultrapasses as dificuldades de sorriso nos lábios. Que sejas destemida. Brava até, diria. Gosto dessa tua pimenta qb. , miúda! Sabes, tenho orgulho em ti. Muito. Orgulho que sejas tu! 
Dito isto, como mãe em crise de despedida da bebé (que deixaste de ser há muito e eu não quero ver), a interiorizar que já entraste no longo processo de aprendizagem escolar , assumo: sim, estou nervosa. Sim, tenho medos. Porque te desejo tudo de bom. Do melhor. Porque te quero amparar sempre embora saiba que vais ter que cair. Esfolar os joelhos. Quem sabe sangrar. Mas que tudo por que passes tenha cura e mesmo as lágrimas que corram, que venham para lavar as dores que possas sentir. Que venham levar as maldades que te possam fazer.  
Hoje chamam-lhe integração. Vão ser suaves e delicados na recepção, é certo. Mas espero que sincronizado com o pé direito à frente, leves o coração e a mente abertos para aprender. Aprender não só as letras, os números e o estudo do meio. Aprender a viver. A ser amiga. A ser feliz. E, que quem te receber, abra também os braços e o coração para te integrar. Para te ajudar. Para te acompanhar e fazer crescer!
Sei, com toda a certeza, que vou tremer. Acho, que como mostraste já, vais saber viver. Acho ainda, que se eu soltar uma lágrima tu nem vais ver! Vais dar-me um beijo, um abraço bom e já está! Tu vais em frente. Nem vais olhar para trás!



Share:

Sem comentários

© positive mood | All rights reserved.